Lesão Ligamento Cruzado Anterior

A ruptura do ligamento cruzado anterior é uma das lesões mais comuns no joelho.

Praticantes de esportes de contato como o futebol, têm maior probabilidade de lesionar o ligamento cruzado anterior.

Quando o ligamento cruzado anterior é lesionado, a chance é grande de que uma intervenção cirúrgica seja necessária para recuperar as funções do joelho. Ela dependerá de vários fatores, entre eles: a gravidade da lesão e o nível de atividade do paciente.

A articulação do joelho é formada pelo encontro de três ossos: o osso da coxa (fêmur), o osso da perna (tíbia) e a rótula (patela). A rótula está na frente da articulação, para protegê-la.

Os ossos são conectados entre si por meio de ligamentos. Há quatro ligamentos principais no joelho. Eles agem como fibras resistentes que mantêm os ossos unidos e o joelho estável.

Os ligamentos cruzados são encontrados no interior da articulação do joelho. Eles se cruzam formando um X. Os ligamentos cruzados controlam e limitam o movimento do joelho para frente e para trás. Ele impede que a tíbia se desloque para frente do fêmur, além de conferir estabilidade rotacional ao joelho.

Em aproximadamente metade das lesões do ligamento cruzado anterior há lesões associadas, como: danos à cartilagem articular, aos meniscos ou a outros ligamentos.

As lesões dos ligamentos são classificadas conforme uma escala de gravidade, podendo variar de um grau leve até uma ruptura total, quando o joelho ficará instável.

O ligamento cruzado anterior pode ser lesionado de várias maneiras:

  • Mudança rápida de direção;
  • Parar de uma vez;
  • Reduzir a velocidade durante uma corrida;
  • Apoiar os pés incorretamente depois de um salto;
  • Contato direto ou colisão, como um desarme no futebol;
  • Vários estudos demonstraram que atletas do sexo feminino têm incidência de lesões do LCA maior que os do sexo masculino em determinados esportes.

Quando o ligamento cruzado anterior é lesionado, geralmente é possível ouvir um estalido e sentir o joelho deslocar-se. Outros sintomas típicos incluem: Dor e inchaço ; amplitude de movimento reduzida; desconforto ao caminhar.

Durante consulta, o médico conversará sobre os sintomas e o histórico médico. A maioria das lesões de ligamento pode ser diagnosticada mediante um exame físico cuidadoso do joelho. A
ressonância magnética e as radiografias irão complementar o diagnóstico realizado pelo exame físico.

O tratamento para a ruptura do LCA irá variar conforme as necessidades de cada paciente.

O LCA rompido não cicatriza sem a realização de cirurgia. Mas o tratamento não cirúrgico pode ser efetivo para pacientes que são mais idosos, ou que têm um nível de atividade física muito baixo. Se a estabilidade do joelho como um todo estiver preservada, o médico pode recomendar opções não cirúrgica simples.

Para reparar cirurgicamente o LCA e recuperar a estabilidade do joelho, o ligamento precisa ser reconstruído através do uso de enxertos.

A cirurgia para reconstruir o ligamento cruzado anterior é realizada através da cirurgia vídeo artroscópica que é menos invasiva.

Após o procedimento cirúrgico é necessário um período de reabilitação e fortalecimento muscular para que o paciente possa retornar às suas atividades diárias e esportivas de maneira segura.

Utilizamos Cookies em nosso site para você ter uma melhor experiência ao voltar a nos visitar. Clicando em “Aceito”, você concorda em salvar os Cookies no seu navegador.